cresce demanda por brasileiros

Empresas japonesas estão investindo ativamente no Brasil, e a tendência é de que essas firmas contratem brasileiros que moram no Japão

ke kawaii

Nova seção do nippo press atualizada semanalmente

Seção mulher

Dicas de saude, moda,comportamento e beleza da mulher.

Fofocas

Fofocas das celebridades

nossa mini loja virtual

Nossa mini loja virtual em parceria com ML.

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Lei de proteção a trainees estrangeiros entra em vigor no Japão


Entrou em vigor no Japão, nesta quarta-feira,1/11/2017 uma nova lei visando proteger trainees estrangeiros de abusos, incluindo o cumprimento forçado de horas extras excessivas.
Até 30 de junho deste ano, havia cerca de 250 mil trainees no país segundo o programa de treinamento técnico para estrangeiros.
A nova lei foi promulgada em novembro de 2016 com o objetivo de promover melhorias no programa, que vinha sendo criticado por práticas trabalhistas abusivas, como, por exemplo, o cumprimento de horas extras irregulares.
Segundo a lei, um novo órgão foi criado pelo governo para aumentar a orientação e supervisão de empresas e outras entidades que aceitam trainees.
Esse órgão decidirá se vai permitir que uma empresa ou entidade aceite trainees estrangeiros após avaliar o programa de treinamento delas.
A lei também permite que estagiários estrangeiros recebam treinamento em cuidados assistenciais.
Há a expectativa por parte de algumas pessoas do setor de que a lei ajude a lidar com a séria escassez de mão de obra.

Opinião:
A nova legislação estabelece provisões penais contra trabalhos forçados, confiscação de passaportes e outros documentos, e a limitação da vida privada dos trainees. Além disso, uma estrutura de supervisão do treinamento técnico de estagiários tomará conta do sistema de licenciamento de organizações de gerenciamento, do sistema de candidatura em empresas buscando estagiários e do dispositivo de reconhecimento para programas de treinamento. Caso tais sistemas funcionem bem, acredito que os estagiários terão certo nível de proteção.
Acredito que devemos não apenas criar um sistema, mas também mudar a percepção das pessoas que o operam. Tanto a trainees que já trabalham no Japão como àqueles que planejam fazê-lo no futuro, devemos explicar seus direitos em uma língua que eles compreendam. De outra maneira, não há verdadeira proteção. As empresas que aceitam os estagiários devem ter em mente que precisam garantir a eles os mesmos direitos dados aos japoneses. Acredito que, caso a nova legislação encoraje tal percepção, haverá alguns resultados."
Fonte: Nhk World

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Chuva recorde causa deslizamentos e faz transbordar rios no sudoeste do Japão


Uma quantidade recorde de chuva atingiu partes da região de Kyushu, no sudoeste do Japão.
Chuvas torrenciais de mais de 550 milímetros foram registradas na cidade de Asakura, na província de Fukuoka, desde quarta-feira. Isso representa cerca de 50 por cento a mais do que o habitual no mês de julho.
A agência meteorológica informa que algumas regiões da cidade de Iki, na província de Nagasaki, tiveram precipitações que só ocorrem "uma vez a cada meio século", passando de 300 milímetros nas últimas 24 horas.
Na quinta-feira à tarde, a agência suspendeu seu Alerta Especial de Chuva Forte para as províncias de Fukuoka e Oita. Entretanto, manteve a previsão de que uma precipitação de 50 milímetros por hora pode atingir alguns locais no norte de Kyushu até sexta-feira.
Chuvas de 200 milímetros podem ocorrer antes do meio dia de sexta-feira nas províncias de Fukuoka, Oita, Kumamoto e Nagasaki.
Autoridades meteorológicas alertam contra deslizamentos de terra, transbordamentos de rios e enchentes.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Filme japonês é premiado em Moscou


O filme japonês lançado com o título em inglês "Summer Blooms", algo como "Flores de Verão", do diretor Ryutaro Nakagawa, foi premiado no 39º Festival Internacional de Cinema de Moscou. O filme foi agraciado com o Prêmio do Júri da Federação Internacional de Críticos de Cinema.
A cerimônia de premiação foi realizada na quinta-feira na capital russa.
Com o tema de perda e recuperação, o filme conta a história de uma ex-professora que embarca numa aventura de autoconhecimento após receber uma carta de seu amante três anos após a morte do mesmo.
Fonte: NHK WORLD PRESS

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Gravadora Sony Music vai retomar produção de discos de vinil no Japão



A gravadora Sony Music Entertainment afirmou que vai retomar a produção de discos de vinil depois de quase três décadas.
A Sony planeja iniciar a produção de LPs em uma fábrica na província de Shizuoka, região central do Japão, até março do próximo ano.
Segundo funcionários da gravadora, o formato voltou a conquistar popularidade, especialmente entre os jovens. Eles disseram que alguns fãs consideram as capas dos discos como obras de arte e que o vinil proporciona um som mais caloroso.
Observaram ainda que apenas uma empresa produz LPs no Japão e, portanto, não é capaz de atender à demanda.
Fonte: NHk World Press

domingo, 25 de junho de 2017

Coreia do Norte organiza manifestação contra os Estados Unidos


A Coreia do Norte organizou uma grande manifestação contra os Estados Unidos em Pyongyang, a capital do país, no domingo, dia em que o começo da Guerra da Coreia completou 67 anos. Durante o evento, o governo norte-coreano disse que existe a possibilidade de lançar ataques nucleares contra americanos e sul-coreanos.
A Guerra da Coreia começou em 1950. Pyongyang chama a data que marcou o início do conflito de "Dia da Luta contra os Estados Unidos".
Representantes do governo norte-coreano apareceram em uma sacada em frente à Praça Kim Il Sung. Um oficial de alto escalão do Comitê Popular da Cidade de Pyongyang fez um pronunciamento. Segundo ele, ao se tornar uma potência nuclear, a Coreia do Norte ganhou força para finalmente resolver seu impasse com os Estados Unidos.
Em seguida, o oficial ameaçou Washington e Seul. Ele afirmou que as forças armadas norte-coreanas vão "destruir completamente agressores com ataques nucleares" caso eles, em suas palavras, "tragam as nuvens negras da guerra nuclear".
No evento, manifestantes marcharam em Pyongyang com letreiros que carregavam o slogan "nós vamos dar um forte golpe nos Estados Unidos".
Fonte; Nhk World 25/06/2017

domingo, 11 de junho de 2017

Japão divulga números atualizados de vítimas do terremoto e tsunami de 2011


Em março de 2011, um grande terremoto e tsunami atingiram a região nordeste do Japão. A tragédia completou seis anos e três meses no domingo.
Segundo a Agência Nacional de Polícia, o desastre deixou 15.894 mortos. Destes, 69 ainda não foram identificados. Além disso, 2.550 pessoas ainda estão desaparecidas em seis províncias.
De acordo com a Agência de Reconstrução do Japão, até o final de setembro, ao menos 3.523 haviam morrido em abrigos ou em decorrência da tragédia.
Fonte: NHK WORLD

terça-feira, 25 de abril de 2017

Governador de Okinawa disposto a entrar com novo processo contra governo japonês



O governador de Okinawa, no sul do Japão, disse que vai tomar todas as medidas legais possíveis para suspender a construção de uma nova base militar dos Estados Unidos na província.
Falando à imprensa na terça-feira, o governador Takeshi Onaga disse que ignorar a importância da preservação ambiental é um ato ultrajante, dado que as obras podem destruir o ecossistema dos recifes de coral. Onaga disse ainda que vai fazer o possível para cumprir a promessa feita ao povo de Okinawa e evitar que o governo central japonês construa uma nova base em Henoko.
Segundo o governador, se confirmada qualquer destruição desautorizada nos recifes, ele vai responder firmemente com um novo processo legal ou outras medidas. Onaga disse que vai pedir ainda a colaboração de grupos ambientalistas para parar o governo central.
Ele disse também que está considerando todos os aspectos da questão e discutindo com advogados a revogação da licença que permite a construção do aterro para a nova base.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Imprensa noticia detenção de americano na Coreia do Norte


Acredita-se que a Coreia do Norte tenha detido um americano de ascendência coreana. Ele e mais outros dois americanos estariam presos no país.
Segundo diversos canais de mídia dos Estados Unidos, um funcionário da Embaixada da Suécia em Pyongyang teria confirmado a detenção. O órgão representa os interesses americanos na Coreia do Norte, já que Washington e Pyongyang não mantêm laços diplomáticos.
Fontes mencionadas pela agência de notícias sul-coreana Yonhap disseram que o cidadão americano foi preso pelas autoridades norte-coreanas na sexta-feira no Aeroporto Internacional de Pyongyang. Ele estava tentando deixar o país.
Ainda de acordo com a Yonhap, o homem seria um ex-professor de uma universidade na China. Apenas seu sobrenome, Kim, foi revelado. A Coreia do Norte não teria declarado a razão de sua detenção.
Em entrevista à imprensa no domingo, um funcionário do Departamento de Estado americano afirmou que seu governo está ciente de reportagens cobrindo o caso.
O funcionário declarou que a proteção de cidadãos americanos é uma das prioridades do departamento e que os Estados Unidos vão trabalhar junto à embaixada sueca para resolver a questão.
Fonte:NHK World
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...